Estratégias de YouTube e Facebook para rádios: como usá-las corretamente

Vivemos em plena era da convergência midiática, conceito desenvolvido por Henry Jenkins e que mostra a tendência que os meios de comunicação têm de se adaptarem às novas tecnologias e encontrarem na internet um novo canal de distribuição de conteúdo.

Dentro desse contexto, desenvolver estratégias no YouTube e Facebook para rádios é algo que precisa fazer parte do dia a dia de um radialista contemporâneo. Afinal, uma mídia complementa a outra, e o ouvinte pode ter interesse em buscar conteúdos complementares àqueles que estão sendo veiculados no rádio tradicional.

Para que você saiba como tirar o máximo proveito das redes sociais como o YouTube e o Facebook na sua rádio, nós elaboramos algumas dicas práticas. Ficou interessado? Então, siga conosco e confira agora mesmo!

Faça transmissões ao vivo

Quando a sua rádio estiver promovendo um debate com especialistas sobre um assunto interessante ou realizando uma entrevista com artistas, políticos ou qualquer outra pessoa que tenha algo importante a dizer ao seu público, pode-se fazer transmissões ao vivo, em vídeo, na página do Facebook e no canal do YouTube da emissora.

Desse modo, além de ouvir a voz, os ouvintes que tiverem interesse poderão visualizar os entrevistados em vídeo, por meio dessas plataformas. Além disso, ao utilizar o Facebook e o YouTube, você poderá atingir outros públicos, como as pessoas que não têm o costume de ouvir rádio.

Outro ponto positivo das transmissões ao vivo em vídeo pelo Facebook e pelo YouTube é que os vídeos ficam disponíveis para os usuários e podem até mesmo ser editados em formato de podcast para que sejam visualizados em outros momentos.

Interaja com o público no Facebook

O Facebook é uma ferramenta muito interessante para que as rádios interajam com os seus públicos.

Leia também:  Escutar rádio: entenda por que isso não sai de moda!

Você pode criar posts solicitando às pessoas que deixem comentários com as músicas que querem ouvir, por exemplo, criando assim uma playlist personalizada de acordo com o gosto dos ouvintes.

Promoções, como o sorteio de kits de bandas ou CDs de cantores parceiros da emissora, também podem ser feitas no Facebook e divulgadas na programação ao vivo da rádio, com uma mídia complementando a outra.

Divulgue as notícias da sua região

As rádios que possuem um departamento de jornalismo bem estruturado e que apuram notícias da região para serem noticiadas na emissora também podem utilizar o Facebook para divulgar essas informações.

Desse modo, os ouvintes que se interessaram por algum assunto noticiado na rádio e que desejarem obter mais informações poderão acessar esse canal e ler a notícia em formato de texto.

Divulgue a programação da emissora

Por meio das redes sociais também é possível divulgar a programação da emissora. Você pode fazer anúncios, em formato de imagem ou vídeo, convidando os internautas a ouvirem a programação da emissora em determinado horário, divulgando as atrações.

Isso fará com que as pessoas tomem conhecimento daquilo que será transmitido na rádio no decorrer do dia e possam sintonizar a emissora para acompanhar os programas que interessam a elas.

Tudo pronto para desenvolver estratégias de YouTube e Facebook para rádios? Continue aprendendo e leia outro artigo para saber por que é essencial para a sua rádio fazer pós-vendas.

Comentários

Posted in:
Sobre o autor

Bruno Faria

Publicitário por formação, atua há mais de 4 anos no setor de Marketing da Teletronix, uma empresa com mais de 20 anos produzindo equipamentos para emissoras de rádio e TV.

Deixe uma resposta