Entenda de uma vez a diferença entre rádio comunitária e comercial

O rádio é um dos meios de comunicação mais populares de todo o mundo. Por falar nisso, você sabia que ele pode ser dividido em duas modalidades: rádio comercial e rádio comunitária.

Ambos os tipos são grandes formadores de opinião, têm alta capacidade de alcance, além de terem normas técnicas diversas e uma legislação própria para a concessão de seu funcionamento. Apesar dessas similaridades, são bem diferentes entre si.

Quer saber mais sobre o tema? Neste post, vamos abordar o conceito e as diferenças entre a rádio comunitária e a comercial. Acompanhe a leitura!

O que é a rádio comunitária?

A rádio comunitária é uma estação que atua como um verdadeiro canal de comunicação voltado especialmente para uma comunidade. O objetivo é dar voz aos moradores de uma determinada região. Nesse sentido, somente associações e fundações comunitárias que não tenham fins lucrativos podem utilizar esse meio para se comunicar.

A programação é pluralista e responsável por divulgar pensamentos e eventos, valorizar as manifestações culturais, disseminar costumes e tradições e outros assuntos do tipo. A cobertura costuma ser restrita a um raio de 1 km contado a partir da localização da antena transmissora. Essa categoria de emissora de rádio está vinculada globalmente à Associação Mundial de Rádios Comunitárias (AMARC) e à Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária.

De qualquer forma, o Governo Federal veda expressamente a veiculação da programação de outra emissora simultaneamente. Isso significa que as rádios comunitárias não estão autorizadas a patrocínio comercial de forma direta — é liberada apenas uma espécie de ‘‘apoio cultural’’ que vai ajudar nos custos de manutenção e transmissão do programa.

Powered by Rock Convert

Por isso, a emissora não pode transmitir publicidade de serviços e produtos, somente mensagens institucionais da entidade apoiadora. Essa medida é útil para evitar a concorrência desleal com as demais rádios comerciais, uma vez que estas são obrigadas ao pagamento de tributos referentes ao serviço prestado.

Leia também:  MC lança consulta sobre valores da migração AM/FM

Além disso, as rádios comunitárias somente estão aptas para funcionar após os seus responsáveis participarem de uma seleção organizada pelo Ministério das Comunicações, sob a forma de habilitação.

O que é a rádio comercial?

A rádio comercial é a estação liderada por uma empresa permissionária ou concessionária que detém permissão para a exploração comercial nos limites da lei. Ela também opera em Frequência Modulada (FM) e apresenta um áudio estéreo de alta qualidade. O nome se dá principalmente devido ao objetivo principal da rádio, que é veicular publicidade para auferir lucros, por meio de programas informativos, jornalísticos, educativos etc.

A origem do material pode ser também por produção independente — conteúdo produzido por empresas que não apresentam vínculos com as organizações especializadas em serviços de radiodifusão

Nesse mesmo sentido, é interessante ressaltar que a rádio comercial ainda apresenta um prestígio maior, especialmente decorrente do maior contato com outras emissoras, devido à ampla estrutura física do estúdio e por ter um elevado alcance na transmissão. Além disso, a programação contém uma grande variedade de conteúdo.

A rádio comunitária é conhecida por ser um verdadeiro instrumento de democratização da cultura e da informação, pois ela trata questões locais e presta um serviço muito importante de utilidade pública.

Quer saber mais detalhes sobre essas estações? Então, entenda como as rádios comunitárias são estruturadas!

Comentários

Posted in:
Sobre o autor

Bruno Faria

Publicitário por formação, atua no setor de Marketing da Teletronix, uma empresa desde 1996 no mercado de radiodifusão, produzindo equipamentos para emissoras de rádio e TV.