Veja como escolher o processador de áudio ideal para a sua rádio

O processador de áudio é um componente fundamental para uma estação de rádio FM. Além disso, entre os equipamentos necessários para fazer boas transmissões, a qualidade dos processadores certamente faz toda a diferença.

Preparamos este post para ajudar você a escolher um aparelho que se ajuste aos seus objetivos. Continue a leitura, aproveite nossas dicas e acerte em cheio na hora de comprar o seu processador!

O que é um processador de áudio?

Para que o som da sua rádio chegue aos ouvintes de maneira limpa e uniforme, é necessário tratar o áudio durante a captação. Essa é a tarefa do processador. Ele conta com um controle de entrada do sinal para evitar saturação, oferece opções de equalização e pode transformar o sinal de mono para estéreo.

A parte principal do processamento é a equalização, que geralmente vem em três bandas de frequência: grave, médio e agudo. Com essa ferramenta, o operador consegue eliminar frequências incômodas que podem gerar desconforto ao ouvinte e acentuar outras frequências para deixar o som com mais definição e brilho.

Sem o processador, o áudio chega “cru” ao destinatário, com ruídos e sons incômodos que atrapalham a transmissão do conteúdo, por exemplo, um assovio sempre que o locutor pronuncia a letra “s”.

Pode parecer pouco, mas mesmo defeitos discretos provocam sensações incômodas no ouvinte, que pode trocar rapidamente de sintonia assim que perceber a baixa qualidade do áudio. Talvez ele nem saiba qual o problema, mas entende que aquele sinal provoca desconforto físico e mental.

Por fim, o processador conta com a função de multiplexador, que comprime vários fluxos de dados em apenas um, aumentando a taxa de transferência. Em termos práticos, isso significa menos custos para sua transmissão, já que o transporte dos áudios já processados é simplificado. O equipamento deve ser instalado entre a mesa de som e o transmissor.

Qual a função do processador de áudio?

Antes de comprar um processador de áudio, é importante saber quais são as funções desempenhadas por esse instrumento. Em resumo, esse tipo de equipamento cumpre o papel de:

  • dar mais qualidade ao som produzido;
  • ajustar as bandas de frequência;
  • evitar a saturação do sinal (clip);
  • manter o nível dentro dos padrões previamente estabelecidos;
  • evitar sobremodulação nos transmissores.

Em linhas gerais, podemos dizer que o processamento é responsável por fazer com que inúmeros aspectos na execução do som aconteçam de acordo com o esperado. Saber isso é relevante antes mesmo de abrir uma rádio. Afinal, ao escolher bem esse e outros aparelhos, é mais provável que você consiga emitir seu conteúdo de forma eficaz.

Como escolher o processador de áudio ideal?

Antes de optar por um modelo ou fabricante, é recomendável considerar alguns fatores. Desse modo, você não corre o risco de se decepcionar com o investimento realizado. Acompanhe.

Observe as características técnicas do equipamento

Antes de optar por um processador de áudio, confira o manual de utilização — geralmente ele é disponibilizado em PDF na página do fabricante. Deve haver uma página dedicada às especificações técnicas. Confira abaixo as principais.

Relação sinal-ruído

Para ouvir uma música com boa qualidade, é necessário aumentar o ganho e o volume até um certo limite. No entanto, junto com o sinal, vem também o ruído de fundo, que pode se tornar bastante incômodo. Essa relação é medida em decibéis (db) — quanto maior o valor da relação, menor o ruído.

Powered by Rock Convert

Resposta em frequência

O ouvido humano é capaz de captar qualquer som na faixa de frequência que vai de 20Hz até 20kHz. Portanto, dê preferência a produtos que se aproximem desses dois limites.

Número de bandas e faixas de ajuste

Como vimos, em geral, os processadores vêm com três bandas de frequência. Os graves deixam o som mais aveludado e com maior profundidade; os médios, se exagerados, deixam o som um pouco robótico, mas têm um papel importante na definição, além de serem a principal frequência da voz humana; já os agudos dão brilho ao áudio.

Considere as garantias e as certificações do processador de áudio

O processador de áudio não é um produto barato, portanto, o comprador precisa ter garantias tanto do fabricante quanto da loja para contar com a cobertura e não perder o investimento em caso de defeito.

Outro detalhe é a certificação do processador de áudio. Como qualquer equipamento eletrônico, ele precisa ser homologado pela Anatel. Selos como o ISO 9001 indicam que aquele processador foi desenvolvido e fabricado sob altos padrões de qualidade. Assim, suas chances de ficar satisfeito com o produto aumentam.

Observe a preferência da concorrência de rede

Compreender a concorrência é algo indispensável para inúmeros segmentos — para as emissoras de rádio, essa regra também é válida. Analise, antes de tudo, o contexto e a localização da sua emissora e dos seus concorrentes.

Se você transmite para a zona rural, por exemplo, é muito provável que não enfrente uma competição tão acirrada assim. Em cidades de pequeno porte, por sua vez, talvez seja necessário se preparar melhor, dependendo de como as outras rádios se portam em relação à qualidade do som transmitido.

No entanto, em municípios de médio e grande porte, nos quais é grande a oferta de estações de rádio, é imprescindível contar com uma aparelhagem de excelência. Com equipamentos de primeira linha, cativar a audiência se torna uma tarefa mais fácil.

Analise a relação entre custo e benefício

Saber quais são seus objetivos é essencial. Assim, é possível planejar a grade da programação, se posicionar no mercado e entender os limites e as expectativas da estação.

Definir se um aparelho tem ou não um bom custo-benefício está diretamente associado ao atendimento das suas necessidades — dependendo do caso, um processador mais caro pode ser a única solução para o seu problema. Analise as condições financeiras da emissora e pondere o investimento a ser realizado e as expectativas de retorno.

Verifique a reputação das empresas fabricantes

Sempre que compramos algum produto, seja na internet, seja no varejo físico, procuramos nos certificar de que tanto o fabricante quanto o revendedor têm boa fama na praça. Afinal, não é incomum encontrar produtos feitos com peças de baixa qualidade ou até pirateados.

Para garantir que o seu investimento tenha o retorno esperado, lembre-se de observar a reputação das empresas que fabricam e vendem o processador de áudio que você está procurando. São apenas alguns minutos que podem salvar o seu investimento.

Como você pôde perceber, o processador de áudio tem uma importância crucial no cenário da radiodifusão. A escolha do modelo ideal é uma decisão que pode influenciar os rumos do seu negócio, uma vez que tem impacto direto na qualidade do sinal transmitido para os seus ouvintes. Não economize tempo na hora de pesquisar e analisar suas opções.

Gostou do artigo? Se ainda resta alguma dúvida em relação a processadores de áudio, converse com um de nossos profissionais. Podemos ajudar você a adquirir o produto ideal para o seu negócio!

Comentários

Posted in:
Sobre o autor

Bruno Faria

Publicitário por formação, atua no setor de Marketing da Teletronix, uma empresa desde 1996 no mercado de radiodifusão, produzindo equipamentos para emissoras de rádio e TV.

Deixe uma resposta