DRT para radialistas e locutores: o que é?

Você sabia que os profissionais que atuam em emissoras de TV ou em estações de rádio precisam requerer um registro profissional único. Trata-se da emissão do DRT para radialistas e locutores. Essa medida é uma forma de regulamentar a profissão e trazer mais segurança jurídica para essa função.

Essa regra foi estabelecida pelo Ministério do Trabalho, que definiu um novo procedimento para que radialistas e locutores solicitem apenas um único registro. Antigamente, era necessário que o profissional tivesse vários registros, conforme a profissão que ele exercia dentro do rádio ou da TV.

Quer saber mais como se regularizar? Neste post vamos explicar as principais questões que envolvem a emissão do DRT. Acompanhe a leitura!

O que é DRT de radialista?

O DRT é o nome popular para o registro profissional que confere o exercício legal e regular de uma determinada profissão. A sigla DRT remete à Delegacia Regional de Trabalho. Trata-se de um número que é emitido por esse órgão trabalhista, com o fim de trazer a devida habilitação para alguns profissionais, caso eles cumpram os requisitos legais exigidos.

Ter um DRT significa que alguém está apto para executar funções que são inerentes a determinadas profissões. Nesse sentido, quem deseja trabalhar no setor de locução comercial em um estúdio de rádio ou em uma emissora de televisão, deve solicitar esse documento para que consiga desempenhar as suas atividades.

Quais são as vantagens de obter o registro no DRT?

O indivíduo que solicita o seu registro perante o DRT terá assegurado para si algumas vantagens. Confira.

Powered by Rock Convert

Tornar-se um profissional reconhecido

O registro perante o órgão da Delegacia Regional do Trabalho demonstra que o indivíduo é um profissional competente e está devidamente qualificado para desempenhar as suas funções. Trata-se de um verdadeiro diferencial para a sua carreira. Afinal, é uma forma de ser reconhecido pela sociedade e de conquistar melhores chances de trabalho dentro do mercado.

Leia também:  Rádio Aparecida escolhe Transmissor da Teletronix em seu processo de Migração AM para FM

Estar devidamente capacitado para atuar no rádio e na TV

A maioria dos estúdios de rádio e emissoras de TV fazem a exigência da apresentação do DRT no momento de admitir novos funcionários. Sem esse registro, não é possível exercer as funções, especialmente em rádios que trabalham com locutores.

Frequentar cursos técnicos para aprimorar a sua qualificação

A concessão do registro no DRT somente é efetivada após o candidato ter comprovado que frequentou algum tipo de curso técnico ou de graduação na área. Geralmente, de Jornalismo, Publicidade ou Rádio e TV. Isso significa que é essencial provar um certo conhecimento para poder atuar nessa função.

Quais são as regras para obter o DRT?

Para obter o DRT, o profissional precisa acessar o site do Ministério do Trabalho e Emprego e fazer a solicitação online. Após, ele deve pagar a taxa requerida, preencher o requerimento e, então, comparecer em um dos postos da Delegacia Regional espalhados pela cidade e apresentar a documentação exigida.

Confira os documentos que devem ser apresentados:

  • carteira profissional atualizada;
  • identidade, CPF e comprovante de residência;
  • requerimento do registro preenchido;
  • cópia do diploma de curso superior ou profissionalizante na área.

A emissão do DRT de radialista e locutor é uma tarefa mais simples do que parece e apresenta inúmeros benefícios. Portanto, aproveite a oportunidade e não perca mais tempo, comece já a providenciar a sua documentação!

Quer saber mais sobre essas profissões? Entenda qual é a diferença entre o narrador e o locutor no jornalismo!

Comentários

Posted in:
Sobre o autor

Bruno Faria

Publicitário por formação, atua no setor de Marketing da Teletronix, uma empresa desde 1996 no mercado de radiodifusão, produzindo equipamentos para emissoras de rádio e TV.