Quais fatores influenciam na propagação das ondas de rádio?

Como dono de uma rádio, além de estar sempre em busca do melhor conteúdo, certamente uma das constantes preocupações é com relação à melhoria da qualidade das transmissões para os seus ouvintes. É preciso levar o que há de melhor para agradá-los e torná-los fiéis à sua emissora, não é mesmo? Para isso, entender como funciona e alguns fatores que afetam a propagação das ondas de rádio pode ajudar a melhorar a transmissão.

Dentro do espectro eletromagnético existem várias frequências de ondas utilizadas para comunicação, dentre elas as ondas de rádio. Diferentemente das mecânicas, como as ondas do mar, as de rádio não precisam de um meio para se propagar. Portanto, são muito úteis para serem usadas como meio de comunicação.

Para tal, um princípio da comunicação deve ser respeitado: emissor e receptor devem falar a mesma língua ou, em termos de radialismo, a mesma frequência. Ficou curioso para saber um pouco mais sobre os fatores que influenciam a propagação das ondas de rádio? Então, continue a leitura!

Local da transmissão

O local da transmissão influencia diretamente a propagação das ondas de rádio. As áreas próximas aos polos, por exemplo, recebem menos radiação solar. Com isso, a densidade dos elétrons é menor na ionosfera, fazendo com que a absorção também seja menor e as ondas sejam refletidas a longas distâncias.

O ruído também pode influenciar a recepção de ondas de rádio. Dessa forma, em locais mais urbanizados, a utilização de uma antena polarizada horizontalmente auxilia na redução dos efeitos causados por ele.

Radiação solar

A ionosfera é a camada eletricamente carregada, localizada acima da atmosfera, responsável por absorver e refletir as ondas de rádio. As faixas de frequência mais afetadas pela ionosfera são as abaixo de 250MHz.

Leia também:  6 dicas de gestão de redes sociais para rádios

As frequências mais altas, em torno de 21500kHz, são as que necessitam de maior ionização da ionosfera para poderem se propagar. Sendo assim, são mais bem propagadas e a maiores distâncias em dias mais quentes.

No inverno, como a ionosfera fica menos carregada eletricamente e absorve menos as ondas de rádio, permite que elas sejam refletidas, atingindo longas distâncias. Isso acontece para frequências mais baixas (em torno de 9500KHz) das ondas curtas.

Potência do emissor

A potência de saída do emissor adequada às características do local e da emissão também é um fator que influencia a cobertura das ondas de rádio, sendo essencial para que sua emissora atinja maior público.

Variações climáticas

Alguns fenômenos climáticos também podem afetar a propagação das ondas de rádio. Dependendo do fenômeno, podem ocorrer alterações nas distâncias de transmissão. As gotas de chuva atuam como um isolante eletromagnético, diminuindo o alcance da onda. O granizo atenua menos do que as gotas de chuva e depende muito do seu tamanho e densidade.

Saber desses aspectos básicos sobre propagação das ondas de rádio é essencial para que você evolua para assuntos mais complexos, como a web radio. Trata-se de uma rádio online, em que o conteúdo é transmitido via internet, necessitando de uma conexão entre o aparelho e o servidor.

Este conteúdo foi esclarecedor para você? Que tal conhecer um conteúdo inovador para que sua rádio esteja sempre por dentro das tendências? Então, acesse nosso post sobre a transmissão de web radio pelo celular.

Comentários

Posted in:
Sobre o autor

Bruno Faria

Publicitário por formação, atua no setor de Marketing da Teletronix, uma empresa desde 1996 no mercado de radiodifusão, produzindo equipamentos para emissoras de rádio e TV.