Aprenda agora a escolher seu conversor para TV digital!

Em 2007, o sinal analógico passou a ser substituído pelo digital. No entanto, isso não quer dizer que os aparelhos de televisão antigos precisam ser trocados. Com a instalação do conversor para TV digital, eles continuam a funcionar.

Além de garantir que as TVs antigas continuem recebendo sinal e emitindo a programação da TV aberta, o conversor aprimora a qualidade da imagem e do áudio dos aparelhos televisivos.

Você sabe como funciona o conversor e como escolhê-lo? Descubra, neste artigo, tudo que você precisa saber sobre o assunto!

Como funciona o conversor para TV digital?

O conversor digital (também conhecido como Set-Top Box) transforma o sinal digital em analógico, permitindo que os aparelhos de televisão tradicionais (com tubo; de LCD, LED ou plasma sem conversor digital, fabricados antes de 2010; ou adquiridos no exterior) exibam os programas da TV digital.

Para que o conversor funcione, é necessário que uma antena UHF seja instalada no televisor. Essa antena vai captar o sinal digital para que o conversor possa transformá-lo em um sinal compatível com o aparelho de televisão.

O sinal analógico está sendo gradualmente substituído pelo digital. Em breve, todas as localidades terão apenas o sinal digital. Portanto, caso o televisor não possua um conversor integrado, será necessário instalar o conversor para TV digital adequado para que se possa ter acesso às programações da TV aberta.

Como escolher o conversor?

A aquisição de um conversor digital sai muito mais em conta do que a substituição do aparelho de televisão. Apesar de terem um custo menor, os conversores não deixam a desejar na garantia da qualidade da imagem e do áudio.

No entanto, para garantir a perfeita exibição da TV digital, é necessário ficar atento a alguns detalhes na hora de comprar o conversor. Confira algumas dicas a seguir:

  • verifique se o conversor possui selo DTV: esse selo atesta que o aparelho atende às normas técnicas da TV digital, ou seja, a qualidade do conversor. Além disso, os aparelhos que possuem selos são fabricados ou importados por associados ao Fórum do Sistema Brasileiro de TV Digital;
  • escolha marcas nacionais: apesar de os conversores serem projetados para terem longa durabilidade, eles podem apresentar defeitos. Por isso, optar por marcas nacionais é uma boa opção, pois elas têm garantia e assistência técnica no Brasil;
  • verifique o modelo do televisor: antes de comprar o conversor, é extremamente importante verificar o modelo do aparelho de televisão em que ele será instalado, pois existem diversos conversores disponíveis no mercado e cada um é apropriado para um tipo de TV.

Como você viu, em breve, o sinal analógico será completamente substituído pelo digital. Com isso, para que os televisores tradicionais possam exibir os programas da TV aberta, é necessário instalar um conversor de sinal.

Na hora de escolher o aparelho, lembre-se de verificar se ele possui selo DTV e dê preferência aos fabricantes nacionais. Seguindo essas dicas, certamente você escolherá um conversor para TV digital compatível com o seu aparelho de televisão, garantindo a qualidade da imagem e do áudio da programação da TV Digital Aberta.

Gostou deste artigo? Que tal compartilhar o conhecimento nas suas redes sociais e ajudar outras pessoas?

Comentários

Leia também:  Quais os benefícios da TV digital e por que você já deveria ter mudado
Posted in:
Sobre o autor

Bruno Faria

Publicitário por formação, atua no setor de Marketing da Teletronix, uma empresa desde 1996 no mercado de radiodifusão, produzindo equipamentos para emissoras de rádio e TV.

Deixe uma resposta